segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Querido,

Te escrevo essa carta em resposta de uma que há muito você me mandou e que, por descuido, talvez, eu não tenha dado a devida importância e por isso deixei que o tempo passasse sem que você soubesse o que penso sobre ela. Talvez seja um pouco tarde pra tratar as coisas como você pôde naquela época, mas saiba que independente disso, essa carta de agora carrega a mesma quantidade de carinho que você pois na que eu recebi e que ainda guardo comigo.
Antes de qualquer coisa, eu gostaria de discordar de você, quando diz que "as coisas são assim e nós não temos culpa disso"... bem, elas são assim porque nós dois conduzimos tudo pra que nesse momento elas não pudessem ser de outra maneira, e eu, acho que como você, assumo que tudo foi apenas consequência de escolhas que tomamos, muitas vezes às cegas, e que hoje me fazem estar aqui querendo, enfim, escrever pra você. Olhando pro lado bom, eu estou aqui, ora, a carta de volta finalmente está sendo feita e caso nossa única escolha não fosse "permanecer como estamos" talvez eu não tivesse nunca essa necessidade tão grande de te responder.
Eu fico feliz por saber que você ainda pode ser a mesma pessoa pra mim, mesmo que leve um tempo até nos acostumarmos com isso tudo, é bem estranho, acho que você sabe disso.







Escrevi isso dia 07/05/2008 e nunca terminei.

Um comentário:

phillipo disse...

o mesmo erro de sempre: muitas virgulas e poucos pontos. hahah

brincadeiras a parte, tem uma comunidade dessas no orkut, do tipo "escrevi e n terminei" ou "escrevi e n mandei". n lembro direito. enfins, ficou legal.