domingo, 14 de outubro de 2007

Nossa, tem tanta coisa que eu queria já ter escrito. Acabei enrolando demais e o texto sobre a Veja e o Che ficam pra depois. Juro que eu leio denovo, me revolto e venho escrever... juro mesmo.

Hoje é domingo e ontem eu me toquei de algo muito estranho: Eu paguei pra trabalhar NO FERIADO. Vou explicar isso direitinho depois de contar da semana cultural.
Pros que não sabem, semana cultural sempre me mata de cansaço. Mas ainda teve o agravante de que agora eu tô no terceiro ano, e qualquer pulinho em músicas da Ivete Sangalo é pouco. Só vale se for morrer de pular.
E foi bem isso que aconteceu... minha turma que agora se encontra muito unida e com "sede de vitória" fez minha felicidade e parte do meu corpo doído nessa semana que passou. No primeiro dia de semana cultural, reunimos fora da escola e estouramos as gargantas em conjunto, ganhamos no volei (eu bloqueei demais, hahahaha), no futebol, aquela farra. Pé sujo, pernas doendo, meio com febre, mas completamente na pilha. No segundo dia, mais farra ainda, mais vitória no volei (tô falando... meu bloqueio ninguém aguenta), no futebol e... ensaio do espaço cultural. O terceiro dia foi o mais legal! Deu realmente tudo certo com o espaço cultural, nossa peça foi muito elogiada, nossos efeitos especiais, o cenário, os atores, tudo. Eu fiquei muito orgulhosa de todo mundo depois que vi o vídeo da pose final... Hunf. Sem contar que conseguimos a PROEZA de ficar em segundo lugar na gincana mesmo perdendo 3 provas por WO (eu fiquei em 3ª na prova do balão d'água junto com o luca).
Mas como nada é perfeito...
Logo depois da farra da minha última semana cultural eu não pude sair pra beber e aproveitar o feriado como qualquer ser humano decente. Não... eu me inscrevi há 2 meses atrás em mais uma simulação. O MIB (Modelo Intercolegial de Brasília - piadinhas não são bem-vindas) aconteceu nesse feriado, começando na quinta-feira. Eu não vou reclamar agora da desorganização do evento e da falta de retorno do trabalho (gravei 2 telejornais que mal foram mostrados) e da culpa do Emiliano. Foi bom. Eu fiz o que eu gosto... mas paguei pra trabalhar no feriado, hehe, que triste. Bom... eu ganhei Menção Honrosa de melhor jornalista :) Isso é estimulante pelo menos. Conheci gente nova, me diverti, acho que valeu a pena. Tive que fazer a cobertura do Jovem Executivo (uma espécie de "O aprendiz") e foi, com certeza, a melhor coisa que eu escolhi pra fazer. É muito divertido ver as demissões, as provas e tal. Sem contar que eu fiz parte da mesa diretora que auxiliava o Emiliano a demitir o pessoal e umas pessoas ficaram (inexplicavelmente) de cara com o meu inglês, quando eu fui criticar um trabalho. Me senti meio importante e reconhecida... isso é legal. Ainda houve uma prova em que os participantes foram pra ABRACE (uma instituição que cuida de crianças com câncer) e eu fui junto. Acabei descobrindo que esse tipo de trabalho realmente enriquece demais a gente. Vou começar a ir mais.
E é isso.

Jornalismo seríssimo!

6 comentários:

neto disse...

nossa, to doido pra fazer uma piadinha sem graça, do tipo: conheceu o Will Smith?. mas vou ficar na minha.
Ê grande jornalista e bloqueadora!
:*

Gabriel Nardi, muito prazer disse...

vários comentarios:
1- eh foda essa parada do che na veja msm
2- bloqueou muuuuito! uaehaeuhaeuhaeu
semana cultural é uma merda
3- vc foi designada pra fazer cobertura do Jovem Executivo no MIB, foi? E quem ganhou, o Will Smith..?
4- trabalho voluntario eh MUCHO bom

José Alípio Feitoza disse...

o povo nordestino está orgulhoso desta prodígia!

maíra disse...

voce me decepcionou muito com a amostra de ânimo mongol para essas coisas de semana cultural, mas depois dos bloqueios e tal, eu ainda gosto de voce :)


saudaaades, mari!

Pessoa disse...

É, vida de jornalista é vida boa.
:)

Pessoa disse...

Uai.
"Pessoa" sou eu, Moraes.