quarta-feira, 18 de julho de 2007

De volta e de ida!

Cá estou novamente e já estou de partida denovo.
Então, nesse curto espaço que tenho entre hoje e amanhã, vou dar dicas de felicidade a todas humildes almas que têm a paciência de ler o que eu escrevo: Uma vez na vida, pelo menos, leve amigos à Pirenópolis.
Queria eu possuir as fotos de 4 noites esdrúxulas que passei naquela cidade incrível, terra de ninguém e encantadora ao mesmo tempo.
Incrível é o final de semana, parece que todas as redondezas do goiás se aproximam e a cidade infla, ou todo mundo vive como coelhos lá, vai saber.
E terra de ninguém é compreensível - perdoem o preconceito - mas, de certo, a culpa é dos goianos. Tive más experiências com os mesmos, do tipo carona com 30 pessoas dentro de um jeep, um goiano aloprado no volante e aquelas músicas que tanto retratam o gosto impecável dos nossos vizinhos. "Pega fogo, cabaré!!". Sem contar as privadas sem descarga e as cervejas no chão de uma boate, que EU tive que catar. Deviam ter me pagado...
Mas enfim, faça um favor a sua vida e vá purificar a alma (depois de andar 8km) nas cachoeiras do cerrado. Brigue bêbada com uma amiga, saia distribuindo catuabas ao amanhecer, aceite anéis dos hippies, coma pizza quadrada, tome banho de chinelo, ande de moto e faça amizade com a dona da pousada (e seu filho).
What a weekend! :)

5 comentários:

neto disse...

virou hippie que eu sei!
;**

lerd disse...

ótima,ótima,ótima!
=)

Gabriel Nardi, muito prazer disse...

ish, aceitar anel de hippie eh O QUE HÀ

Henrique disse...

essa historia do hippie...
netinho abre o olho!

luana disse...

foi demais!! a noite da catuaba entao.. aheiuehieu