domingo, 17 de junho de 2007

Menos um!

O primeiro dia de vestibular já foi. E eu sobrevivi muuuito bem! Não vou ficar me enchendo de esperanças, porque nem os gabaritos saíram ainda, então...
Mas eu acho que se fosse só pela prova de humanas, eu passava. Deixei muito pouco coisa em branco, e quase não tive dúvidas! Isso foi um alívio sobrenatural. O ruim é que hoje sim é o dia do matadouro, hoje minha vaga dá tchauzinho e sai voando feliz, feliz.
Ok, vamos começar com os desabafos:
Passando pelos corredores da unip lotados de marianas, eu reconheci uma garota que a tempos eu não via. Do tipo "funkeira yeah", que desde a sétima série não consegue se vestir como gente. Muito menos falar como uma pessoa normal. Enfim, o ser humano despresível passou por mim pelo corredor e logo eu ouvi o que não precisava. Alguém pergunta:
- Fulana, o que você marcou?
e vem a resposta tão temida...
"comunicação"
=) imaginem o meu sorrisinho.
(opa, o celular tá vibrando. ótima forma de se fazer um celular vibrar: jogue-o no chão!)
O segundo contato com um concorrente foi igualmente esdrúxulo:
Estava eu, já na minha cadeira de prova, esperando a tal hora chegar. Na minha frente senta uma menina cuja blusa tinha os escritos: "Não negocio a glória de Deus". Penso eu que esse cristão celestial quer cursar algo bom, que ajude as pessoas, que dessemine o amor que deus, nosso senhor, tem pelos seus seguidores e tal. MAS NÃO!!!!!! Quando uma menina ao lado pergunta pra beata o que ela deseja cursar, a resposta é sempre a mesma: "comunicação".
Eu quase virei pra ela e disse: "Querida, esse curso não é de deus. Não pode"
Que raiva!
Tudo bem, a gente arca com os concorrentes. Não tem como correr...
Hoje eu morro, juro!
Boa sorte pra mim denovo. E dessa vez eu vou precisar mesmo.

Um comentário:

neto disse...

Fica tranquila, pq você ainda não entrou em desespero a tal ponto de ir com uma camisa de Deus pra prova ;)